Prove que é um ser humano: 8   +   7   =  
Uma senha sera enviada para seu e-mail

Auto-foco: Andrei Duarte

O Auto-Foco é um post que vai ao ar toda quarta-feira e traz, a cada semana, um artista em destaque. Seja animador ou motion designer, conhecido ou desconhecido, grande ou pequeno, vivo ou extinto; se for talentoso, o Auto-Foco o fará jus.

Andrei Duarte

Hoje daremos foco para Andrei Duarte, brazuca que é animador, ilustrador e que se descobriu ator de voz em nada mais nada menos que na série “Irmão do Jorel“, que é a primeira série de animação original do Cartoon Network feita no Brasil e na América Latina.

Antes de se apaixonar pelo mundo da animação, o sonho de Andrei era ser caminhoneiro ou astronauta. Em 2008 fez pós-graduação na PUC-Rio e conheceu os diretores do Anima Mundi, o César Coelho e a Ai­da Queiroz, e começou a fazer freelas no estúdio deles, a Campo 4 Desenhos Animados. Segundo Andrei, foi lá que ele aprendeu praticamente tudo que ele sabe. Foi nesse estúdio que Andrei conheceu Marcelo Marão, que também foi seu professor e que o convidou pra trabalhar no “EngoleLogoUmaJacaEntão“ da série “Engolervilha“. Quanto a isso, Andrei fala: 

“Cada animador convidado tinha que fazer uma vinheta animada de no mí­nimo 30 segundos. O pré-requisito era: a temática tinha que ser bizarra, mas não necessariamente escatológica, e eu claro que eu fui para a escatologia.”

Andrei trabalha hoje na Copa Studio, que é a produtora que produz a série do “Irmão do Jorel“. Ele é o desenhista e designer de locação, ilustrador, artista de conceitos, ou seja, cria do zero os cenários da série. Ele conceituo cada locação onde as cenas acontecem, mostrando um plano geral e apontando como devem ser o estilo, o traço e os tratamentos gráficos a serem utilizados. Com relação a ser o ator de voz de Irmão do Jorel, Beto Cachinhos e Rambozo, é uma história curiosa. Segundo Andrei, ele costumava brincar de imitar vários tipos de vozes na produtora. Um dia o Juliano Enrico o chamou pra fazer um teste de voz para o piloto da série e deu liga na hora! Dá uma sacada no Andrei no minuto 1’14” do vídeo abaixo.

Andrei deixa umas boas dicas pra galera que está afim de começar a se aventurar nesse mundo da animação:

“Estude bastante animação! Tenha sempre o livro “Animators Survival Kit”, do Richard Williams, próximo de você. Pratique animação/ilustração todos os dias. Em animação só se aprende praticando muito. Então, meta a cara. E se você for um cara preguiçoso, desista. Porque o animador/ilustrador tem que ralar muito para conseguir resultados estéticos e movimentos fluidos e satisfatórios.

Outra dica legal é assistir aos filmes dando pause e passando o filme quadro a quadro para entender onde estão as poses chaves, os breakdowns e os intervalos. Assista a filmes do Charlie Chaplin e sketches do Mister Bean para estudar expressões faciais e corporais e antecipações. Os movimentos deles são bem caricatos e têm tudo a ver com os filmes de animação.”

 

Fonte: Anima Mundi e O Fluminense

Comentários

comments