Uma senha sera enviada para seu e-mail

Auto-foco: Ennio Torresan

O Auto-Foco é um post que vai ao ar toda quarta-feira e traz, a cada semana, um artista em destaque. Seja animador ou motion designer, conhecido ou desconhecido, grande ou pequeno, vivo ou extinto; se for talentoso, o Auto-Foco o fará jus.

Ennio Torresan

Ennio Torresan Jr. é um animador, ilustrador e pintor brasileiro radicado nos Estados Unidos. Desde 2003 trabalha na DreamWorks. Graduou-se em Belas Artes na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em 1993 produziu e dirigiu o curta-metragem El Macho pela Embrafilme. Premiado em diversos festivais internacionais, inclusive Annecy, o filme abriu portas e levou Ennio para os estúdios americanos. Já nos Estados Unidos produziu storyboards para o desenho animado infantil Bob Esponja: Calça Quadrada. Após alguns trabalhos para o Disney Channel, produziu storyboards para filme como Madagascar e Bee Movie, entre outros.

Versátil, o animador assumiu o posto de chefe de storyboard na DreamWorks, uma das posições mais complexas na produção de um longa, já que exige conhecimento de dramaturgia, câmera, iluminação e efeitos especiais. Lá ajudou a desenvolver as histórias de Madagascar (1,2 e 3), Kung Fu Panda, Megamente e o mais recente Turbo.

Resultado de imagem para ennio torresan el macho

“Aos 7 anos, eu já copiava quadros de Monet e Manet que via em reproduções lá em casa, sem saber da importância daqueles artistas. Eu era um verdadeiro falsário, que, ainda menino, copiava o que via. Bem garoto, pedi à minha mãe para fazer aula de pintura e fiz. Aquela criança ainda está por aí, aqui, dentro de mim.”

Torresan trabalhou com Otto Guerra, animador e diretor brasileiro, em seu filme “Até que a Sbórnia nos separe”. Foram 5 anos de dedicação nesse projeto. O filme é baseado na peça de teatro gaúcha “Tangos & tragédias”. Nós do Layer Lemonade, entrevistamos Otto Guerra pessoalmente no Papo Lemonade, quando este veio à Goiânia participar de um festival de animação.

Em solo americano, a jornada de trabalho de Torresan para Hollywood é árdua, como explica David Soren, diretor de “Turbo”.

“O head of story, gerente do setor de storyboard, posto de Ennio, é uma das posições mais cobradas de um longa animado, pois exige entendimento de dramaturgia, câmera, iluminação e efeitos especiais. E ali as ideias são trocadas em forma de desenho. Como chefe, ele precisou supervisionar uma equipe de artistas ao longo de quase três anos. Mas ele é uma lenda no setor, por dominar várias áreas. É versátil na comédia, na ação e no drama”, diz Soren.

Torresan é um exemplo claro de como a animação brasileira é forte e expressiva no mundo inteiro. Faremos uma série de posts sobre nomes de animadores brasileiros nos próximos Auto-focos.

 

Fontes: Anima Mundi, O Globo.

Comentários

comments