fbpx
Uma senha sera enviada para seu e-mail

Auto-foco: Pedro Conti

O Auto-Foco é um post que vai ao ar toda quarta-feira e traz, a cada semana, um artista em destaque. Seja animador ou motion designer, conhecido ou desconhecido, grande ou pequeno, vivo ou extinto; se for talentoso, o Auto-Foco o fará jus.

Pedro Conti

Brasileiro, Pedro Conti é O cara da vez no nosso Auto-foco dessa semana. Conti é autodidata e em 2006, após receber um convite para trabalhar em um estúdio no Rio de Janeiro, largou a faculdade de Design para trabalhar e se dedicar aos estudos de 3D de maneira mais direcionada. Sua paixão pelo 3D e animação vem desde muito cedo quando via seus amigos no colégio desenharem e isso o cativava bastante.

Conti costuma trabalhar com 3d Max como software principal e zbrush para esculpir personagens, mas utiliza outros softwares complementares, tais como After Effects, Photoshop, Uv layout. Ele costuma usar o V-ray como software de renderização externa. Pedro é um ilustrador que tem como foco o design de personagens e já participou de diversos projetos pra publicidade, games e animação. 

Nascido e criado em São Paulo, Pedro ocupou vários cargos ao longo de sua carreira, incluindo vários estúdios brasileiros. Ele também foi sócio da TechnoImage e trabalhou como freelancer com grandes clientes em longas-metragens nos últimos anos. Recentemente participou da equipe do Longa Moana, no Walt Disney Animation Studios.

moana2.jpg

Concept art by Mehrdad Isvandi – Disney’s Moana

Conti deixa um conselho para quem quer trabalhar com animação:

“Animação é uma área onde você precisa viver isso. Muita gente acaba entrando nessa área por ser legal, mas uma das experiências que tive é que nem tudo é tão legal e fácil assim. A pessoa precisa ter força de vontade e dedicação pra fazer projetos de qualidade, considerando os prazos e verbas do Brasil. Minha primeira dica seria então: vá além do “arroz com feijão”, sempre!

A segunda dica seria: produza dez vezes mais do que a teoria que estuda. Saber conceitos é muito importante, mas produzir e se desenvolver como artista é a parte mais importante.

A terceira dica é: sempre use referências. Muitas pessoas acabam pulando esta etapa (eu inclusive), mas é um erro. Toda vez que não faço pesquisa antes de começar um projeto, no meio do caminho tenho que dar um passo atrás e começar a pesquisar.”

Está ai o toque do mestre. Se quiser conhecer mais sobre o trabalho desse brazuca responsa, dá uma acessada em seu site que lá tem muita coisa boa!!

 

 

Fontes: Pix Studio, Cutedrop.

 

 

 

 

Comentários

comments