fbpx

Existe tanta coisa bonita nesse mundo das animações e do motion graphics, que muitas vezes não sabemos como pesquisar por algumas coisitas específicas. Nossa mente já se encarrega de guardar tantas informações do dia a dia, que inevitavelmente aquele momento de não saber como procurar por referências aparecerá. Não porque seja difícil achar determinada coisa, – até porque o que é difícil de se achar depois da internet, né?! – mas sim porque às vezes simplesmente não sabemos os termos corretos do que precisamos.

Pensando nisso, durante as próximas semanas abordaremos alguns termos da nossa área – que muitos desconhecem -, a fim de ajudar a todos que por ventura necessitem de uma pesquisa mais direcionada.

sketchbook-lets-go | by Jen Mussari

by Jen Mussari

HUD – Heads-up display

As HUDs (pronúncia: râdi | həd) são aqueles elementos gráficos que aparecem na tela para transmitir algum tipo de informação ao sujeito envolvido. Inicialmente, as HUDs foram desenvolvidas para utilização em aeronaves da Primeira Guerra Mundial. A ideia era fornecer informações visuais ao piloto sem que ele tivesse de desviar o olhar do alvo à frente da aeronave.

HUD em aeronave

via Wikipedia

HUD em aeronave

via Wikipedia

HUD nos games

Umas das aparições mais clássicas das HUDs são em games. É provável que você faça parte do time dos que não tinham noção de que aquelas “barrinhas de vida” tinham nomes. Dependendo do jogo – e do momento do jogo -, o número de informações podem variar drasticamente, então essa filtragem do que é relevante ou não para aparecer em tais situações, é interessante para não poluir demais a tela. Dentre os elementos HUD que se encontram nos jogos, temos: mira; indicador de munição; inventários; radar-mapa e pontuação.

Street Fighter IV

Street Fighter IV – via Designerd

HUD animada

Geralmente quando o filme se propõe a fazer uma abordagem de ficção científica, é provável que se encontre elementos de HUD. O que não é regra, claro, tendo em vista que hoje em dia os HUDs estão por toda parte no mundo real, tomando como exemplo os displays de carro, que fornecem informações sobre velocidade, gasolina, etc.

HUDs são geralmente implementados na pós-produção, o que envolve também o uso de tracking em determinadas situações. Além disso, existe uma ramificação do uso das HUDs no mundo dos motion graphics, e é aqui que as aplicações e estilos variam bastantes.

Comumente o uso das HUDs em motion graphics remetem à imagem de um produto aparentemente sofisticado; infográficos ou um comunicado mais poderoso, épico e claro, de ficção científica. As principais características dos elementos de HUD são: linhas; glow; transparência; cores contrastantes; minimalismo; formas geométricas; animações paralelas e muita, mas muita sutileza.

 

É bem simples perceber que elementos 3D são bem presentes nesse tipo de animação, mas claro, para a criatividade não há regras, e dos experimentos surgem coisas novas, inclusive personagens 2D. Também é bastante comum encontrarmos HUD em animações de interfaces, já que as mesmas possuem o propósito de informar o usuário sobre determinadas coisas.

Jetpack Future - by Roger Strunk

Jetpack Future – by Roger Strunk | via Dribbble

Conclusão

Essa é uma pegada do motion graphics que, particularmente, curto bastante. Apesar de manter elementos simples, esse tipo de conteúdo exige uma certa paciência – coisa que todo animador precisa ter – e muito detalhismo. Se você se considera uma pessoa perfeccionista, talvez curta passar algumas horas elaborando projetos assim. Isso pode gerar uma graninha também.

Espero que de hoje em diante você não fique perdido quando quiser procurar por referências desse tipo, ou então sugerir ideias pra equipe/clientes.

Fique ligado que na próxima semana voltaremos com outros termos e esperamos ajudar ainda mais. Compartilhe a ideia com sua galera e manteremos todos informados.

 


by Jonas Mosesson | via Dribble

by Jonas Mosesson | via Dribbble

 

Fonte: Fábrica de Jogos e Designerd

Comentários

comments