fbpx

Como fazer seu e-mail ser notado

Tanto na busca de um cliente como freelancer, quanto para tentar aquela vaga naquele estúdio foda, o principal meio de comunicação que temos ainda é o e-mail. Por mais que existam outras maneiras de entrar em contato através de redes sociais, o bom e velho e-mail ainda é a forma mais profissional e aceita.

Aqui vão algumas dicas, inspiradas pelo livro The Freelance Manifesto, para fazer com que seu e-mail seja o mais eficiente possível para atingir seu objetivo.

3D Render GIF by gfaught - Find & Share on GIPHY
Tirado do site giphy.com

Envie pra pessoa certa

Primeiro você precisa se assegurar de que vai escrever para a empresa e pessoa certa. Não há nada pior do que um e-mail genérico que você sai disparando para dezenas de empresas de uma vez só. As pessoas com certeza vão notar que você está atirando para todos os lados.

Certifique-se de que o estúdio ou produtora que você contacta tem um trabalho que combina com o que você faz. 

Além do estúdio certo, é importante que o e-mail seja para a pessoa certa! De preferência algum produtor ou Motion Designer em um cargo de liderança que seja responsável por contratações. Hoje em dia é fácil descobrir quem é a pessoa certa. Você pode procurar por informações no perfil da empresa nas redes sociais, na aba de “equipe” do Linkedin ou até perguntar a alguém que trabalha ou já trabalhou lá.

Back And Forth Illustration GIF - Find & Share on GIPHY
Tirado do site giphy.com

Faça seu e-mail ser lido

O assunto do seu e-mail é o que pode definir se ele vai ser lido ou não. É importante que seja direto e objetivo. Seja claro sobre a função daquele e-mail e não tente ser enigmático nem gerar curiosidade. Isso pode parecer, para o receptor, que se trata de algum tipo de “enrolação”. Bons exemplos de assuntos são:

"Interesse pela vaga de Motion Design"
"Animador de personagem à disposição"
"Motion Designer de São Paulo disponível"

Estes assuntos são claros e eficientes e ainda acrescentam algumas informações que podem ser super relevantes, como a cidade em que você vive e especialidade (animador de personagem, no caso).

Nunca use frases como “Motion Designer procurando emprego” ou “em busca de novas oportunidades”. Qualquer coisa que soe como se você estivesse desesperado ou precisando muito dequela vaga pode ser prejudicial.

Be Nice Not Cool GIF - Find & Share on GIPHY
Tirado do site giphy.com

Diga alguma coisa legal, primeiro

Apesar do seu objetivo ser claro, é muito desconfortável quando você escreve para alguém interessadamente, sem oferecer nada “em troca”. Neste caso, é importante que você elogie e diga algo legal sobre a empresa antes de falar de você e do seu trabalho. Isso vai mostrar, inclusive, que você não está mandando um e-mail genérico para vários estúdios.

Você pode elogiar o último trabalho que eles postaram, dizer que os segue a algum tempo e que admira muito alguma característica específica que o estúdio tem. Aqui é sempre bom tentar ser menos genérico possível. Elogiar um trabalho específico mostra que você realmente está por dentro do que o estúdio é e faz.

Depois disso, diga brevemente quem você é, quais são seus interesses e especialidades. Aí sim você vai mostrar seu trabalho.

caitcadieux GIF - Find & Share on GIPHY
Tirado do site giphy.com

Envie o seu Reel

É importante que você nunca “peça” a pessoa para fazer alguma coisa. Isso pode soar arrogante e pretencioso. Por isso, não use verbos no imperativo como “assista ao meu Reel”. Seja mais sutil, dizendo: “caso se interesse, aqui está o meu Reel atualizado com meus melhores trabalhos”.

Em seguida, coloque o link para o seu trabalho de uma maneira clara. Evite usar aqueles endereços gigantes. Ao invés disso, você pode criar um hiperlink em uma frase como: “Reel Gui Jorge 2019”. A pessoa então, acessará o endereço clicando na frase.

Fleischer Studios GIF - Find & Share on GIPHY
Tirado do site giphy.com

Fechando o e-mail

No fechamento você deve agradecer amigavelmente e se colocar à disposição para qualquer esclarecimento. Neste momento, é importante não deixar nenhuma solicitação “em aberto” para a pessoa que recebeu o e-mail, como uma questão a ser respondida, por exemplo. Nunca termine o e-mail com perguntas do tipo: “vocês têm trabalhado em algum projeto legal, ultimamente?” ou “há a possibilidade de contratação nos próximos meses?”. 

Você não quer que a pessoa se sinta obrigada a te responder ou encomodada com certas perguntas. Lembre-se que, na maioria dos casos, estes são profissionais muito ocupados e você tem que, a todo tempo, mostrar que respeita o tempo deles e não quer “ocupá-lo”, a não ser que eles precisem de você.

Para mais dicas como estas, não deixe de ler o artigo “O que não fazer em um e-mail para o cliente” aqui no Layer!

A imagem de capa é do projeto para FOND feito por Cami Dobrin e Denis Blinov com a produtora Vidico.

Comentários

comments