fbpx

Como ganhar o dobro sem trabalhar duas vezes mais como Motion Designer

Pode parecer, mas este artigo não vai te convidar para nenhum esquema de pirâmides. Vamos falar sobre uma forma interessante de aumentar a sua receita utilizando-se do prestígio que você acaba construindo quando está a um tempo trabalhando como freelancer.

Quando trabalhamos como freelancers (full time ou esporadicamente) depois de algum tempo, é inevitável: começamos a construir uma cartela de clientes e uma reputação no mercado. Geralmente, cada trabalho bem sucedido tende a gerar alguns outros, seja pelos clientes que voltam, seja por indicação de clientes satisfeitos, seja pela visibilidade que aquele projeto vai gerar quando entrar no seu portfólio.

Com o tempo, duas coisas acontecerão, inevitavelmente:

Você vai ficar sobrecarregado em alguns momentos, com mais demanda do que consegue aceitar;

Alguns clientes vão chegar até você com demandas de trabalhos de níveis muito inferiores aos que você está acostumado.

Estas duas situações são grandes oportunidades para você ganhar mais dinheiro “contratando” ou indicando alguém para fazer o serviço no seu lugar.

Se trata de uma maneira super justa de usar da sua boa reputação e da confiança que os clientes têm em você para ajudar outras pessoas e fazer mais dinheiro. A partir deste momento, você vai ter de desempenhar uma função um pouco diferente do que é acostumado, mas que, certamente, vai ocupar pouco do seu tempo.

Funciona assim: ao receber a demanda, você vai transferi-la para um profissional de nível abaixo ou igual ao seu. Alguém que você confie, claro (falaremos mais deste assunto adiante).

Você fará o papel de um profissional de atendimento e receberá uma comissão por isso. Vai entender a demanda e transmitir as informações para seu parceiro. Tudo isso, claro, de forma muito transparente com ele.

É importante que o cliente também saiba que não é você quem está fazendo o trabalho diretamente, mas que estará coordenando-o e, mais importante, você estará se colocando como garantia que o trabalho vai dar certo. Sim, isso significa que se, por qualquer motivo, seu parceiro falhar ou não conseguir executar o projeto, você terá que assumir e fazer o que for preciso para entregá-lo com qualidade. Sua reputação estará em jogo e é por causa disso que você deve ganhar um valor considerável pelo projeto, mesmo sem realmente colocar a mão na massa.

Nossa! Então isso parece ser algo bem perigoso!

Mais ou menos. Primeiro porque você, provavelmente, só errará uma vez ao contratar alguém, porque na primeira falha, já entenderá que aquele profissional não será um bom parceiro de negócios e não o convidará para outros projetos.

Além disso, a ideia é que você realmente “contrate” pessoas próximas do seu círculo social e que já tem a qualidade do trabalho comprovada. Acabamos fazendo bons amigos na área, principalmente quando participamos de grupos no WhatsApp e comunidades online. É possível ver os trabalhos que as pessoas compartilham, conversar e entender mais sobre a personalidade da pessoa.

É claro. Ainda assim podemos nos decepcionar. É por isso que é uma boa começar fazendo isso sempre com projetos mais simples, que sabemos que, se der errado, não vamos sofrer tanto para “consertar”.

Fique ligado também em todo o processo! Se a pessoa atrasar uma entrega logo no começo, na etapa de storyboard, por exemplo, é um sinal de que ela possa não ser uma pessoa tão responsável e talvez seja melhor contratar outra para o trabalho.

Fazendo isso, estaria eu começando a me tornar uma empresa?

A resposta é sim. Este é um primeiro passo de uma função de “mão na massa” para uma função de gestão. Mas isso não significa, necessariamente, que fazendo isso você vai precisar se transformar em um estúdio.

A verdade é que vai ser um bom exercício para te mostrar se você leva jeito ou não para funções mais administrativa e se você é bom em coordenar projetos.

Eu, particularmente, gosto mais de enxergar isso como uma boa chance de fazer parcerias com os amigos que eu gosto e são bons no que fazem. Eu empresto a minha reputação (que foi construída com muito tempo e esforço) para a pessoa, temos a oportunidade de trabalhar juntos, ajudo ela a também construir sua própria reputação e um portfólio legal, e todo mundo ganha!

Você não precisa ter a intenção de abrir uma empresa. Mesmo assim, você pode ganhar uma boa grana extra e ainda ajudar no crescimento de outros Motion Designers.

Comentários

comments