fbpx

Ensine algo a alguém!

Qual é a melhor maneira de aprender? Alguns diriam que é através da prática consistente. Mas existe uma forma mais eficiente: ensinando alguém.

Muitos professores diriam que aprenderam mais com seus alunos do que os ensinaram. Mas como isso é possível?

Acontece que a prática é um processo muito diferente de ensinar. Quando você cria um design, intuitivamente, precisa testar cores, proporções e fontes diferentes, tentando chegar na composição perfeita. A verdade é que este é um processo mais dominado pela intuição do que pela racionalidade. Se você tiver que ensinar alguém a chegar a fazer design, vai ter que pensar com mais cuidado sobre as decisões que você toma quando está projetando.

Significa que, para ensinar, você tem que refletir muito sobre seus processos. Se você perguntar ao Neymar como fazer um gol, ele provavelmente dirá algo do tipo: “você precisa dominar a bola, mirar bem o ângulo da trave, e efetuar um chute preciso”. Isso é algo bem natural para um jogador profissional, mas estes comandos podem não fazer o menor sentido para alguém como eu, que não costuma jogar bola.

A mera tentativa de ensinar algo que você aprendeu, já te faz pensar naquilo de maneira diferente. A articulação das ideias gera clareza. Você acaba ensinando coisas que você nem sabia que sabia. Parece engraçado mas é verdade!

Ensinar requer um domínio mais profundo do conhecimento e, portanto, te mostra exatamente o que você sabe e o que não sabe sobre aquele assunto. Você precisa se debruçar sobre o próprio conhecimento e simplificá-lo para, daí, explicar para outra pessoa.

Este é um convite para que você espalhe todo o conhecimento que adquirir. Todos nós temos algo a ensinar e, além de aprender mais ainda, isso fortalece a comunidade e faz com que as pessoas te admirem. Mesmo que você ainda saiba pouco, espalhe este pouco por aí e ele vai se multiplicar.

Este texto foi inspirado por este vídeo do The Futur.

_

A capa deste artigo é de Oleg Shcherba.

Comentários

comments