fbpx

Ferramentas para gerenciar o tempo

O Dimitri Paiva, professor e fundador da Academia Criativa, postou essa semana um vídeo de sua mentoria onde ele apresenta três métodos que usa pra conseguir ser mais produtivo. 

Claro, ele explica tudo com bastante detalhe, então, não deixe de assistir. Mas eu tomei a liberdade de fazer um resumo do que aprendi com este vídeo!

Vídeo completo do professor Dimitri

Família, amigos, games e o que mais for importante

O Dimitri começa sua reflexão falando sobre “para quê serve ser produtivo?”. Se você acredita que a vida se resume a acordar, trabalhar e dormir, então, você não precisa de dicas de produtividade.

Produtividade é algo que vai te possibilitar ocupar-se com outras coisas que não o trabalho. É fato que a maioria de nós, profissionais criativos, costumamos trabalhar várias horas por dia e, ainda a noite, fazemos freelas ou assistimos tutoriais (que, de certa forma, continua sendo trabalho).

A ideia de ser produtivo é ter mais tempo para outras coisas: passar tempo com a família e amigos, jogar, praticar um esporte, ler… 

Portanto, antes de tudo, pergunte-se o que é importante na sua vida. Com o quê você gostaria de gastar mais tempo? É por essas coisas que a produtividade é importante.

Os 3 métodos que o Dimitri usa

Neste vídeo, aprendemos sobre 3 métodos de produtividade que o Dimitri usa: o Pomodoro, Kanban e o Scrum. Os três são complementares, portanto, você não precisa escolher um ou outro. Aqui vai uma explicação simplificada sobre cada um deles:

Pomodoro

Este método consiste, basicamente, em alternar períodos de trabalho intenso com curtos períodos ociosos que vão recarregar suas energias.

Funciona assim: com a ajuda de um cronômetro, você vai trabalhar por 25 minutos direto, focado, sem se distrair. Depois de 25 minutos, você terá 5 minutos de descanso. Neste tempo você pode olhar redes sociais, ir ao banheiro, ou fazer qualquer outra coisa, já que nos 25 minutos seguintes, você terá que ter concentração total no trabalho.

Método Pomodoro

Este método se baseia no fato de que nosso cérebro não foi feito para ter longas horas de trabalho ininterruptas e, por isso, sua energia e produtividade diminuem com o tempo. Estes pequenos intervalos ajudam você a retomar o fôlego e recarregar suas energias.

Kanban

O Kanban é simples. Consiste em dividir suas tarefas em “Para fazer”, “fazendo” e “feito”. Você deve fazer uma lista dos seus afazeres e classificá-los nestes três grupos.

Kanban

Parece simples mas esta técnica organiza suas tarefas e, por um fator psicológico, te traz satisfação quando você vê a lista de coisas para fazer diminuindo, e a lista de coisas feitas aumentando. Segundo Dimitri, você, inclusive, não deve apagar nada da lista das coisas já feitas, para que esta satisfação prevaleça.

Scrum

O Scrum, de maneira bem simplificada, consiste em dividir o projeto em pequenas etapas. E cada etapa também deve ser dividida em etapas menores, de forma que você tenha um cronograma claro do passo-a-passo para ter o projeto concluído.

É importante que você nunca comece uma etapa seguinte sem que a anterior esteja concluída e validada pelo cliente. Esta atitude simples pode evitar muito retrabalho no futuro.

Scrum

Como você pôde perceber, estas técnicas não são excludentes. Você se tornará mais produtivo à medida que utiliza as três de forma complementar. Pode ser difícil seguir tudo à risca no começo, mas com a prática elas vão se incorporar ao seu workflow e você não viverá mais sem.

A imagem de capa deste artigo foi retirada do Freepik.com.

Comentários

comments