Uma senha sera enviada para seu e-mail

Auto-foco: Austin Shaw

O Auto-Foco é um post que vai ao ar toda quarta-feira e traz, a cada semana, um artista em destaque. Seja animador ou motion designer, conhecido ou desconhecido, grande ou pequeno, vivo ou extinto; se for talentoso, o Auto-Foco o fará jus.

                                                         Austin Shaw

Austin Shaw é designer, ilustrador, animador, diretor de arte e diretor criativo. Trabalhou com studios como: Curious Pictures, Loyalkaspar, Percepção, Brand New School, Digital Kitchen, Superfad e Sarofsky. Também trabalhou com clientes diretos como VH1, Nat Geo Channel e Ralph Lauren.

Shaw é Designer de formação, estudou no Studio Art na NYU, com foco em desenho de figuras e gravuras. Fez pós-graduação na Pratt Institute para estudar educação artística, com intuito de ser professor de artes e pintor. For por sugestão de um consultor acadêmico que ele se inscreveu num curso básico de design e um novo mundo de possibilidades se abriu. Apesar de ter seguido a carreira de design, Shaw nunca perdeu de vista sua vontade de ensinar.

Gráfico de informações de Processo a Resultado

Shaw começou a trabalhar como motion designer em 2002 e passou mais de 15 anos trabalhando em diferentes estúdios criativos de Nova York, permitindo-o aprender com uma grande variedade de profissionais talentosos. Também aprendeu com produtores, editores e diretores de live-action.

Motion graphic gráfico de informação

Com relação a sua carreira, Shaw diz:

“Essas experiências me ensinaram como o setor de motion design funciona, como ser um design eficiente, como interagir com clientes, como interpretar briefings e observar diferentes tipos de estruturas de estúdio.”

Embora Shaw tenha tido sucesso dentro da indústria de motion design, ele sentia que faltava algo, pois sua vocação para ensinar nunca se perdera. Foi assim que se tornou instrutor adjunto na School of Visual Arts in NYC , onde trabalhou por alguns anos.

Foi a partir dessa experiência na SVA, que depois se tornou professor em tempo integral na Savannah College of Art and Design. Em 2015 lançou seu livro, “Designer for Motion: Fundamentals and Techniques of Motion Design”. Seu livro está na lista das 10 obras principais para formação de um motion designer.

Shaw dá um panorama sobre o que ele acha do futuro do motion design:

“Eu acredito que a área do motion design atrai profissionais criativos, que gostam de trabalhar de maneira fluida entre design e produção. Esses profissionais possuem a capacidade de trabalhar tanto sozinhos quanto em equipes. É um habilidade que precisam desenvolver em sua disciplina. Motion Design é uma área extremamente eclética, uma combinação de motion e mídia gráfica, bem como arte e design.

Vejo o futuro do Motion Design indo em muitas direções. A sua natureza inclusiva, em termos da gama de estilos e técnicas que podem ser utilizadas, cria enormes possibilidades. Podemos fazer animação vetorial, kinetic type, composição em live-action, 3D, stop-motion, animação ilustrativa, animação frame a frame, etc. É difícil encontrar uma mídia ou estética que venha a ser excluída do Motion Design, ele engloba tudo.

Como uma disciplina, nós construímos uma base sólida que presta serviços de publicidade e na indústria de marcas e entretenimento. Agora, estamos começando a explorar outras facetas para o Motion Design, como a interatividade e o design da experiência do usuário.

Eu acho que o futuro do motion design é brilhante, pois está em toda parte. Dos dispositivos móveis à projeção mapeada, vejo motion designers trabalhando em uma variedade de áreas infindáveis.”

Se quiser conhecer um pouco mais sobre o trabalho de Austin Shaw, acesse seu site austinshaw.com.

 

Fonte: motionographer

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

comments