Uma senha sera enviada para seu e-mail

Auto-foco: Ed Cheetham

O Auto-Foco é um post que vai ao ar toda quarta-feira e traz, a cada semana, um artista em destaque. Seja animador ou motion designer, conhecido ou desconhecido, grande ou pequeno, vivo ou extinto; se for talentoso, o Auto-Foco o fará jus.

Ed Cheetham

Ed Cheetham é chefe do departamento de Motion Design da Ringling College of Art e Design em Sarasota, Flórida, desde 1991. 

Cheetham define o motion design da seguinte forma:

“Motion Design é mais do que apenas um nome dado para descrever uma animação; Motion Design é uma indústria ampla que produz imagens criativas, envolventes e informativas, usando uma variedade de mídias para fortalecer sua mensagem, incluindo animação tradicional e computação gráfica, stop motion, filme e vídeo, design gráfico e fotografia. Essa descrição ajuda os pais a entenderem a natureza onipresente desse campo criativo.”

“Natureza onipresente”! Shit, essa é a melhor definição de Motion Design que já ouvi na vida e a melhor forma de definirmos nossa profissão naquela festa de família!

Nós sabemos o quanto nossa área de Motion Design exige dedicação, criatividade e um olhar atento para as constantes mudanças na tecnologia e no mercado. Um motion designer precisa se atualizar constantemente numa tentativa de manter-se criativo e competitivo.

Nunca se é velho demais para aprender. Novas formas de pensar podem ser desenvolvidas e fortalecidas em qualquer idade. O Motion Design muda tão rapidamente que, se você não estiver atualizado sobre os mais recentes desenvolvimentos e tendências, poderá ficar facilmente para trás. Reconhecemos que nesta indústria há muito para se saber e ninguém sabe tudo. Quando você pode remover o peso e a pressão de pensar que precisa saber tudo, podemos abraçar o “não saber” e encarar a situação como uma oportunidade para aprender algo novo. Os desafios tornam-se energizantes em vez de geradores de ansiedade. Com essa mudança de mentalidade, o pensamento fora da caixa acontece com muito mais facilidade.

Para sermos bons profissionais, inicialmente precisamos de bons mentores. Mesmo quando somos autodidatas, sempre tem aquele cara que seguimos e admiramos. Precisamos de mentores para dar o próximo passo e para Cheetham, ensinar é sua grande paixão:

“Ensinar sempre foi minha paixão. Embora eu tenha trabalhado com alguns clientes incríveis, acho o meu trabalho com os alunos mais gratificante. Como motion designer, você sabe que seu trabalho é temporário; será usado, apreciado e substituído por algo novo. Ao trabalhar com os alunos, você os ajuda a desenvolver um olhar crítico para o design, um modo criativo de pensar e um conjunto de habilidades para aperfeiçoar seu ofício – a base para a aprendizagem ao longo da vida.”

Nós sabemos que criatividade e inspiração andam de mãos dadas. E aqui vai dicas preciosas para ser criativo, ter inspiração e conseguir atender da melhor forma nossos clientes:

“A inspiração vem da experiência e da observação, vendo conexões que, de outra forma, não seriam inicialmente aparentes. No início do projeto, faço o maior número de perguntas possível. Eu gosto de realmente entender os objetivos do cliente. Eu coleto o máximo de informação possível sobre o tópico, cenário competitivo e demografia desejado. Os próximos passos variam com o cliente e o projeto. Eu gosto de selecionar músicas que eu sinto que capturam o clima de uma solução de design, depois escuto isso quando começo a trabalhar com recursos visuais. O tom emocional geral é a maior prioridade, porque as pessoas se lembrarão de como a peça as fez sentir muito mais do que especificamente a peça em si.”

Ed Cheetham Motion Design Department

E agora, palavras de sabedoria:

O bom motion designer começa com um conceito bom e claro. O bom motion designer utiliza criativamente princípios de design e animação. Se você quer ser um bom motion designer, comece por aí. Em seguida, aprimore seu ofício aprendendo o máximo possível sobre as ferramentas que ajudarão a transformar suas ideias em realidade. Produza trabalhos autorais e divulgue-os, compartilhando seu trabalho com os outros. Participe da comunidade criativa de motion designers.”

Este é Ed Cheetham!

 

Fonte: Renderforest

Comentários

comments