9   +   1   =  

O Cavalry finalmente foi lançado

Depois de muito tempo em desenvolvimento, a espero pelo mais novo software de Motion Design e animção terminou: o Cavalry 1.0 foi oficialmente lançado, trazendo diversas funcionalidades interessantes para quem trabalha com Motion e animação digital 2D.

“By motion designers for motion designers”

O slogam acima está na página inicial do Cavalry, e é algo que demonstra (mesmo que em teoria), que os criadores do software se importam com a qualidade e os tipos de ferramentas embarcadas na aplicação. Durante o período de Beta (ao qual participei brevemente), os desenvolvedores estavam atentos à comunidade, além de implementar aos poucos certas funções de acordo com a demanda de pedidos.

The Hinterlander logo

Ao contrário do todo poderoso After Effetcs CC, o Cavalry traz uma proposta diferente para workflows de animação e motion graphics 2D: a ideia aqui é apostar em ferramentas que, de certo modo, beiram o procedural. Há também inúmeros métodos de automação, chegando a deixá-lo mais próximo do Cinema 4D do que do próprio After Effects CC.

E é bem isso, pois o Cavalry apresenta uma estrutura sistêmica muito similar ao Mograph do Cinema 4D, com ferramentas que automatizem certas funções – como o Best Behaviour que funciona como uma espécie de Effector ou Deformer do C4D. Seja em shapes, deformações ao longo de paths ou valores de posição, os Behaviour ajudam a controlar animações complexas.

The Hinterlander logo

Preço e disponibilidade

O Cavalry segue o novo padrão da indústria, oferecendo 3 planos de assinatura para os usuários. Na verdade 2, pois um deles é o plano gratuito, que permite o uso do Cavalry em toda sua glória, mas com restrições severas como a aplicação de marcas d’água em renders e a qualidade do export fixada em 960x540px (ouch!)

Já os outros planos oferecidos são:

  • Mensal – 20 libras por mês (cerca de R$ 142,55), podendo cancelar a qualquer momento.
  • Anual – 12 libras pagas mensalmente, o que da 144 libras anuais (ou salgados R$ 1.026,60 por ano arredondando).

É bom lembrar que esses preços excluem qualquer taxa que precisemos pagar por compras internacionais, então provavelmente subirá um pouco mais.

De todo modo, eis o Cavalry, a mais nova iniciativa para se trabalhar com Motion Design. Aguardemos para ver sua adesão e aceitação pela comunidade, e se ele realmente se tornará o herdeiro do After Effects CC, como muitos dizem por aí.

Para mais informações, basta acessar o site oficial do Cavalry.

Comentários

comments