0   +   1   =  

Mary Poplin, da Imagineer Systems, oferece ótimas dicas para trabalhar com Mocha Tracking, especificamente sobre o seu planar tracker. Muitas vezes, novos usuários não entendem o que o planar tracker faz, e isso gera resultados distorcidos ou abaixo do esperado. Um dos desafios que surgirão repetidamente ao rastrear imagens, é como lidar com oclusões. E se a coisa que você está rastreando sai da tela ou fica encobertara durante alguns momentos?

Dominando oclusões no Mocha Tracking

Todas essas situações podem afetar seu track. Mover os splines frame-a-frame não é uma boa solução (embora em alguns casos funce bem). O segredo é saber e entender a relação entre o spline e o track no Mocha – eles não são, em última análise, a mesma coisa.

Mary é mestre no Mocha Tracking, e mostra alguns takes desafiadores para rastrear e como melhor abordá-los. Vale a pena sentar e estudar isso.


FONTE: Lesterbanks

Comentários

comments