fbpx

8   +   2   =  

6 técnicas de storytelling para seu vídeo de marketing

Este artigo é uma tradução livre do artigo do blog Pond5 escrito por Ryan McAfee.

Desenvolver personagens, usar luz criativamente para definir o clima e utilizar sound design para adicionar profundidade para seu vídeo, são recursos básicos – mas muito poderosos – de se contar histórias. Quando a história é boa, a plataforma não importa. O importante é criar conteúdos que cativem as pessoas. Aqui estão seis técnicas de storytelling que você pode usar em seus vídeos.

1. Construa um arco na história

O arco narrativo é o enredo do vídeo. Um personagem normalmente passa pelo arco da história e afeta ou é afetado pelo ambiente ao redor, gerando uma mudança. É interessante que sua história tenha um ponto inicial e um ponto final diferente. Até vídeos de culinária e vlogs possuem esta narrativa em arco. A mudança que ocorre no personagem e no ambiente é a parte interessante e as pessoas gostam de assistir a este processo. Veja o exemplo da Reebok. Neste caso a história é contada de trás para frente.

2. Desenvolvimento de personagem

Junto com o arco narrativo, o personagem pode ter seu próprio arco e se desenvolver com o tempo. Neste caso, o protagonista tem que passar por alguma mudança ou algum conflito que o modifique. Você pode desenvolver um personagem em um vídeo ou ao longo de vários, postados em momentos diferentes. Mostrar a mudança do personagem ajuda os espectadores a se conectar melhor com a história.

Marcas são boas em usar personagens para nos vender produtos. Porque nós gostamos tanto dos jeans da Carkartt? Porque Jason Momoa nos disse que eles são ótimos. Airbnb tem uma série de vídeos desenvolvido para reforçar sua marca, todos eles contando histórias de pessoas.

3. Luz e composição

Mise-en-scéne é um jeito chique para falar sobre posicionar personagens e objetos na cena. Os melhores artistas, diretores e cinegrafistas se preocupam com a posição de cada elemento na cena. Algumas vezes a composição em si já conta uma história. Wes Anderson é um mestre em posicionar a câmera e os personagens exatamente onde eles precisam estar, como você pode ver neste comercial da H&M.

Seja consciente sobre a posição dos seus elementos no frame. Luz também muda drasticamente a percepção de um vídeo. Cenas escuras possuem um clima muito diferente de cenas filmadas de manhã ou a tarde.

4. Trabalhe com cores

Vídeomakers usam cores para trazer significado para os filmes. Matiz, saturação e brilho podem ser manipulados para trazer diferentes emoções, sentimentos e até períodos de tempo. O verde do Matrix, o vermelho do filme Ela (Her), a saturação de O Mágico de Oz, e o clima escuro e sombrio em 300 são incríveis usos da cor para trazer significados.

Seu objetivo em um vídeo de marketing é fazer suas cores se destacarem. Não importa se elas são vivas e saturadas ou lavadas e escuras, você quer que o vídeo atraia a atenção das pessoas. Até paletas preto e branco e monocromáticas podem se destacar.

Quando você trabalha com uma marca, é importante que a paleta de cor da identidade visual esteja presente no vídeo. Isto vai traduzir a personalidade da marca, o tom do vídeo e o sentimento que você está tentando gerar no espectador.

5. Sound Design

Som é uma das coisas mais importantes e subestimadas na produção de um vídeo. Um vídeo com uma trilha engajadora e efeitos sonoros bem mixados acrescentam muita profundidade para a experiência de quem assiste. Este comercial de ASMR é um exemplo de excelente uso de som.

Apesar disso, a maioria dos vídeos em redes sociais são assistidos sem som. Isso não significa que você deve ignorar o som no seu projeto; significa que você deve pensar em como o som pode melhorar a experiência das pessoas que ligam o som para assistir ao seu conteúdo.

À última coisa a considerar se tratando de som é adicionar a narração e a música. Uma simples narração de trilha pode aumentar a qualidade e conectar mais os usuários à história. Um video sem audio tem um alcance limitado.

6. Edição criativa

Edição é uma função central do Filmmaker. Pegar todas as imagens e montar para criar o melhor resultado final possível. Existem inúmeras técnicas de edição criativa e elas podem ser usadas em milhares de diferentes formas para resultados diferentes.

Você pode se destacar fazendo edições diferentes do comum. Cortes invisíveis, match cuts, e cortes mais rápidos e dinâmicos podem fazer o vídeo mais divertido, então sempre use transições interessantes para engajar o espectador.

Mas isso não é apenas sobre transições. Você pode mudar a velocidade dos footages para atender à necessidade do vídeo. O vídeo acima mostra misturas entre tempo real e slow-motion em vídeos que adicionam energia e deixam o trabalho mais artístico. Vídeos de culinária costumam usar o recurso de aumentar o speed para mostrar o resultado de uma receita.


Usar técnicas e conceitos de storytelling diferentes nos seus vídeos vai aumentar a qualidade das suas produções e te tornar um profissional mais versátil. Independente da plataforma ou objetivo, você vai ser capaz de chamar a atenção das pessoas e fazer seu conteúdo se destacar.

A imagem de capa é de BananaRepublic.

Comentários

comments